O sol: amigo e inimigo...

 

O sol é essencial para a vida na Terra. Permite-nos sintetizar a vitamina D e participa ativamente na melhoria do nosso estado de espírito. É também a sua luz que confere ritmo à nossa vida. Por último, permite-nos ter uma pele bronzeada, que é sinónimo de boa saúde entre os ocidentais.

No entanto, o sol pode ser extremamente perigoso para a saúde (eritemas solares, alergias, cancros...). E sê-lo-á cada vez mais! Camada de ozono deficiente, camada geomagnética cada vez menos espessa... As radiações tornam-se cada vez mais agressivas e o número de melanomascutâneos triplicou entre 1980 e 2005... O perigo da radiação solar é, atualmente, omnipresente. Portanto, é imperativo utilizar produtos solares particularmente eficazes todo o ano!

 

A radiação solar a que estamos expostos é, na realidade, resultante de 3 radiações:

  • Radiação direta que é especialmente ricaem UVB porque o seu trajeto é curto.

  • Radiação difundida pelo céu que depende da natureza das nuvens presentes.

  • Radiação refletida pelo solo (85 % da radiação que incide sobre a neve é refletida, contra 17 % sobre a areia e 3 % sobre a relva).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

​​​

Como a radiação refletida é mais agressiva do que a radiação direta, mar e montanha são zonas onde o sol é especialmente perigoso.

Na montanha, a luz refletida está no seu máximo: reflexo sobre neve e gelo = 85 %, ao qual muitas vezes é adicionado o reflexo do relevo. É por este motivo que os produtos 8882 foram testados, originalmente, não em luz monocromática num simulador solar de laboratório, mas em condições reais de utilização a 2300 metros de altitude, debaixo de um sol de primavera impiedoso, de modo a garantir uma proteção solar ideal.

Na altitude zero, o sol é igualmente perigoso, especialmente para os desportistas que passam muitas

horas em massas de água (vela, suf, kitesurf, ski aquático...).

Os jogadores de golfe também têm 8,5 vezes mais risco de desenvolver uma queratose actínica.

Tenha sempre em mente que o sol pode, infelizmente, transformar uma

lesão benigna num cancro!

Se o sol tem efeitos benéficos (bom humor, bom aspeto), o seu perigo é real durante a exposição prolongada, repetida e mal protegida.

É importante oferecer a proteção adequada ao seu tipo de pele, às condições atmosféricas do momento, mas, também, à topografia do terreno.

 

Conselhos a não esquecer :

  • O melhor protetor solar não o protege completamente.

  • A sobre-exposição ao sol é uma ameaça grave para a saúde.

  • É preciso renovar a aplicação para manter a proteção.

  • Nunca exponha os bebés e crianças pequenas à luz solar direta (mesmo por baixo de um guarda-sol, lembre-se da radiação refletida a partir do solo).

  • Para os adultos, não utilize produtos de proteção solar com índice inferior a FPS 15 a 30 consoante a luz do sol.

  • Aplique sempre o produto de proteção solar antes de qualquer exposição.

  • Tenha atenção aos medicamentos fotossensibilizantes, perfumes e toalhitas perfumadas.

  • O betacaroteno não protege dos raios ultravioleta.

  • Por último, utilize sempre óculos com filtro de qualidade adequados ao sol da montanha, do alto mar, do deserto: a radiação solar pode provocar cataratas e DMRI (Degeneração Macular Relacionada com a Idade). Atenção: as lentes esfumadas não filtram necessariamente a radiação perigosa!

Levroux, FRANCE      |      +33 2 54 35 73 30      |      contact@8882.fr